O que é Massagem Tântrica?

A massagem tântrica é um tipo de massagem erótica que contempla cada centímetro do corpo, e possui base profundamente espiritual, inspirada em terapias do Tantra, uma filosofia milenar, datada de 2.500 anos antes de Cristo.

Criada pela cultura Drávida, mais precisamente de onde hoje se localiza o Paquistão, a massagem tântrica é conhecida como a arte de aprender novos caminhos para o prazer sexual.

Porém, o seu objetivo final não é o prazer físico por si só, mas sim uma conexão completa e consciente entre o próprio corpo e o corpo do parceiro, através da transferência da essência tântrica da shakti (energia, em sânscrito), feita com todas as partes do corpo e a ativação dos chakras.

A massagem tântrica foi desenvolvida para ir além das sensações físicas, gerando equilíbrio da conexão e entrelaçando as energias de um casal, porém, não é apenas dentro de relacionamentos que a massagem tântrica pode manifestar seus benefícios.

Há profissionais especializados na técnica, capazes de conduzir uma sessão como uma verdadeira terapia, gerando novas perspectivas sobre o prazer, o autoconhecimento, a autovalorização e a superação de traumas e experiências negativas.

duas-mulheres-se-conectando-para-massagem-tantrica

17 Benefícios da Massagem Tântrica

Os benefícios da massagem tântrica são muitos e envolvem autoconhecimento, principalmente relacionado à vida afetiva e sexual, e melhora da energia vital, especialmente para quem recebe a massagem.

Além disso, há vários outros benefícios que fazem com que a massagem tântrica seja uma experiência de valor inesquecível para quem a recebe. Entre os principais estão:

1. Auxilia em casos de vaginismo;

2. Auxilia no combate da ejaculação precoce;

3. Melhora a autoestima;

4. Eleva o autoconhecimento;

5. Estimula a libido;

6. Melhora a resistência sexual;

7. Melhora a qualidade e intensidade dos orgasmos;

8. Alivia a ansiedade;

9. Alivia a depressão;

10. Alivia dores;

11. Alivia o estresse;

12. Melhora a qualidade do sono;

13. Auxilia na cura de bloqueios emocionais, afetivos e sexuais;

14. Melhora a conexão com a espiritualidade.

15. Melhora a circulação sanguínea;

16. Reduz a pressão arterial;

17. Melhora a função imunológica.

A massagem tântrica oferece, além de diversos benefícios imediatos como os citados acima, auxílio para a cura e ressignificação de traumas, principalmente dos relacionados à autoimagem, autoestima, relacionamentos abusivos, experiências sexuais dolorosas física ou emocionalmente, partos dolorosos, disfunção erétil, ejaculação precoce, entre outras questões emocionais e sexuais.

Objetivo da Massagem Tântrica

O objetivo direto da massagem tântrica é despertar a energia sexual de quem está recebendo a massagem e depois, movimentar, de forma consciente, essa energia e as sensações por todo o corpo, através do toque, da atenção plena, do controle da respiração e do contato visual.

O nível do relaxamento causado pela massagem tântrica faz com que níveis elevados de prazer sejam atingidos, de forma prolongada, intensa e consciente, com o controle da respiração e com a percepção de cada parte do seu corpo, fazendo com que haja o entendimento de que todo corpo foi feito para o prazer, eliminando barreiras de preconceito, medos, inseguranças e traumas.

Como fazer massagem tântrica?

A massagem tântrica é algo realmente profundo e por isso, tudo que está envolvido no ambiente é minuciosamente preparado para criar uma atmosfera de prazer e intimidade.

Preparação para massagem tântrica

Para criar o ambiente e a ocasião perfeita para que a massagem atinja os seus objetivos e proporcione todos os benefícios que a técnica se propõe, alguns preparativos devem ser feitos:

massagista-pegando-oleo-para-massagem-tantrica

Como deve ser o ambiente para a massagem tântrica

O ambiente ideal para atingir os objetivos da massagem tântrica é, antes de tudo, tranquilo, e livre de qualquer interrupção.

A temperatura do ambiente deve ser confortável e se necessário, pode ser utilizado ar-condicionado ou aquecedor, porém, é importante que não fique frio dentro do espaço, então a temperatura deve ser corretamente equilibrada.

Quem vai receber a massagem deve ter plena certeza de que está em um ambiente privado, que não será incomodado e que não haverá chamadas de telefone, barulhos de conversas próximas e nada que possa distrair sua atenção durante o procedimento.

Aromas, cores, sons e sabores podem ser utilizados a favor desse momento.

O local ideal para a realização da massagem é em um futon, mas considerando que ela também pode ser feita em ambientes domésticos, hotéis, motéis e outros locais, a roupa de cama deve estar limpa e perfumada e se a massagem for feita em uma esteira, é importante que ela esteja revestida com um material confortável e limpo.

Óleos essenciais e velas podem ser utilizados para perfumar o ambiente e criar um clima de intimidade e conforto.

Músicas relaxantes em volume ambiente também podem ser utilizadas, a fim de abstrair qualquer som externo e manter a aura envolvente da situação.

A iluminação deve ser reduzida, mas de forma que seja possível visualizar o parceiro.

Se for possível utilizar luminárias em tons de amarelo, laranja, vermelho ou lilás, o clima de energia e sensualidade também estará presente através das luzes.

ambiente-com-velas-para-massagem-tantrica

Escolha do Óleo Essencial

A massagem tântrica utiliza óleos essenciais para permitir que o contato entre as peles de quem massageia e quem é massageado seja suave e prazeroso.

Para que a massagem seja bem sucedida é necessário que seja possível deslizar uma pele sob a outra, sem resistência, e para isso, os óleos essenciais precisam ser 100% vegetais e de qualidade.

A escolha do aroma é uma questão de gosto pessoal, mas aromas mais suaves tendem a ser mais seguros e não causar reação em pessoas com rinite alérgica, por exemplo.

Preparação da Energia para a Massagem

De nada adianta aprender as técnicas práticas da massagem tântrica se a energia que precisa fluir durante esse processo não for a correta.

Para fazer uma massagem tântrica verdadeira, é preciso se conectar consigo mesmo, deixando fluir através do próprio corpo a melhor energia vital, sexual, de generosidade e de conexão.

Para obter os melhores resultados da massagem, o ideal é fazer alguns minutos de meditação, em silêncio, concentrando-se apenas na própria respiração e deixando todos os dilemas cotidianos do lado de fora do ambiente.

Sentar-se de frente um para o outro, em posição de lótus (pernas cruzadas uma sobre a outra), em silêncio, concentrados apenas na respiração um do outro e na troca de olhares, é uma forma de iniciar a conexão e a troca de energia.

Outra opção é que sentem-se “encaixados”, com um dos parceiros sentados em posição de lótus (pernas de índio) e o outro sentado sobre suas coxas, de frente e com as pernas entrelaçadas na parte de trás do seu corpo.

Em ambos os casos, a mão direita deve ser colocada no peito do parceiro, na altura do seu coração, para sentir seus batimentos cardíacos enquanto respira.

Como fazer massagem tântrica?

Muita gente deseja aprender a fazer massagem tântrica para surpreender um parceiro e proporcionar a ele ou a ela, uma experiência única e inesquecível.

Não há nada de errado nisso, muito pelo contrário.

Dar prazer é uma ação generosa e que melhora muito a conexão entre um casal.

Porém, como toda e qualquer técnica, a massagem tântrica é aperfeiçoada com a prática e quanto mais vezes for realizada, mais haverá o relaxamento, a entrega e a segurança, tanto de quem está fazendo a massagem quanto de quem está recebendo.

homem-recebendo-massagem-tantrica-nos-ombros

Para fazer a massagem tântrica, algumas coisas são essenciais:

·         Local confortável e seguro;

·         Óleo vegetal em bastante quantidade;

·         Tempo livre disponível (no mínimo, duas horas);

·         Disposição e entrega para oferecer a massagem.

Abaixo, um passo a passo para quem deseja aprender como fazer massagem tântrica:

Passo a passo para fazer massagem tântrica

A massagem tântrica se inicia sempre pela parte de trás do corpo, ou seja, quem vai receber a massagem deve estar deitado de bruços.

Essa etapa é importante para o relaxamento e para o desligamento de pudores e pensamentos desnecessários para o momento.

A segunda etapa é feita na parte dianteira e a terceira, e última, é a massagem tântrica na vagina ou no pênis.

Em todas as fases da massagem, o ideal é que os movimentos sejam variados e que não se tornem previsíveis.

Massagem na parte de trás do corpo

A massagem deve ser feita com muito óleo e durar aproximadamente 20 minutos, ainda com a pessoa de bruços.

Durante esse processo, quem está fazendo a massagem deve focar completamente no momento, pensando em tocar cada parte do corpo massageado com satisfação e entrega.

Os movimentos devem ser sensoriais e não precisam seguir um manual, muito menos aquilo que já foi visto como técnica de massagem em qualquer outra experiência.

O objetivo é a fruição e a conexão, então, é essencial que quem massageia, se atente aos sinais que o corpo do massageado dá.

Através do toque é possível perceber se está havendo relaxamento, arrepios, prazer ou desconforto.

Massagem na parte da frente do corpo

Quando for notada a entrega total de quem está sendo massageado, quem está oferecendo a massagem pode solicitar que a pessoa vire, de forma suave, com a barriga para cima.

Novamente, com muito óleo, a massagem deve se iniciar por todo o corpo e não se concentrar em regiões sexuais, embora elas possam ser levemente tocadas durante todo o processo.

Braços, pernas, pés, mãos, dedos e cada detalhe do corpo devem ser percebidos e contemplados com toques suaves, intercalados com pressões que não causem desconfortos.

Seios e barriga merecem atenção especial, não apenas por serem zonas erógenas, mas por serem regiões relacionadas, diretamente, à vida e ao âmago de cada pessoa.

Essa etapa da massagem deve durar cerca de 20 minutos e despertar relaxamento e prazer.

mulher-recebendo-massagem-tantrica

Massagem Lingam/Yoni

A massagem Lingam/Yoni é a última etapa da massagem tântrica e se concentra nos órgãos sexuais do receptor.

O objetivo, na massagem Lingam/Yoni (lingam = pênis e yoni =vulva e vagina), não é simplesmente conduzir o parceiro ou a parceira a um orgasmo, e sim, criar uma energia de prazer intensa e extensa, antes do relaxamento.

Como os corpos feminino e masculino são muito diferentes, há técnicas diferenciadas para a massagem Lingam e Yoni, mas em ambas, é necessário que a concentração do massagista esteja em manter a proposta inicial da massagem, do envolvimento energético e espiritual baseados no tantra.

Como fazer Massagem Lingam – Massagem Tântrica para Homens

É natural que durante a massagem Lingam haja altos níveis de excitação e desejo sexual, porém, esse desejo deve ser controlado e transformado em energia.

A massagem tântrica no homem deve ser feita de forma suave e firme, delicada e contínua, porém, as reações do parceiro devem ser observadas a todo instante.

A massagem deve seguir direções diversas, além da tradicional (de baixo para cima).

Fazer os movimentos de cima para baixo e também massagear a cabeça do pênis como se estivesse usando um espremedor de laranja são formas de fazer toques diferentes, que proporcionam sensações inesperadas e muito prazerosas.

Os testículos também devem ser massageados, de forma muito suave e podem ser usados apetrechos como uma pena, por exemplo.

Caso seja notado que o parceiro está prestes a ejacular, a massagem deve retornar para outras regiões do corpo, como pés, mãos, dedos, braços e pernas.

Não há nenhum problema se o parceiro perder a ereção durante o processo.

O objetivo não é a ejaculação, e sim, o prazer.

massagista-realizando-massagem-tantrica-nos-pes

Como fazer Massagem Yoni – Massagem Tântrica para Mulheres

A Yoni, ou vagina, de uma mulher pode ser uma parte muito sensível para as suas emoções.

Relacionamentos abusivos, estupros, partos, consultas ginecológicas constrangedoras e muitas outras situações podem fazer com que a mulher tenha vergonha de expor sua vagina diante de alguém.

O processo da massagem tântrica feminina pode ser libertador e levar à cura de diversos traumas e conflitos emocionais, por isso, não deve ser banalizado ou tratado como exaltação do ego de quem proporciona prazer.

A entrega e a confiança são essenciais para que a massagem tântrica atinja todos os seus benefícios para a mulher e para a relação.

A mulher pode ser deitada com travesseiros sob a cabeça e os quadris, e as pernas devem ficar abertas, com os joelhos levemente dobrados, para que seja possível acessar facilmente seus órgãos genitais.

Usando muito óleo, a massagem deve ser feita em toda a vulva, lábios externos e internos, o períneo, a abertura da vagina, o clitóris e as áreas ao redor.

Entre os movimentos, sugere-se apertar suavemente os lábios entre o polegar e o indicador e, em seguida, deslizar para cima e para baixo em todo o comprimento dos pequenos e grandes lábios.

O clitóris pode ser massageado com movimentos circulares e suaves.

Observar as reações da parceria é essencial para entender onde são as áreas de mais ou menos prazer.

A penetração não é obrigatória e não deve ser feita sem o consentimento da mulher.

A massagem deve se concentrar no monte de vênus, na virilha e parte interna das coxas, tocar delicadamente todos os espaços externos da vagina e acompanhar as reações femininas, por aproximadamente 15 minutos.

Se a parceira estiver relaxada, pode-se realizar a tentativa ou o pedido para a inserção do dedo médio na vagina, lubrificada com muito óleo, de forma lenta, com um centímetro de cada vez, com movimentos circulares e leve pressão nas laterais.

O ideal é que seja utilizada a mão direita para a penetração, com a palma da mão para cima.

Ao finalizar a massagem, a parceira deve ser coberta com um lençol ou roupa de cama confortável e receber de 5 a 10 minutos de descanso antes de iniciar qualquer outro ato.

Como finalizar a massagem tântrica

Um erro muito comum é acreditar que o objetivo da massagem tântrica é conduzir a um orgasmo intenso.

Muitas vezes, o orgasmo acaba sendo uma consequência do prazer criado pela atmosfera e pela troca de energia realizada durante a massagem, mas ele não é o objetivo final e não deve sinalizar o encerramento da massagem.

Para saber a hora certa de finalizar a massagem tântrica, desconsidere completamente se o parceiro chegou ou não ao orgasmo e continue a massagem até atingir, pelo menos, 30 minutos de Massagem Lingam/Yoni, ou até que todo o processo da massagem tenha atingido uma hora e meia.

massageando-coxa-na-massagem-tantrica

Massagem Tântrica e Sexo

Não há nenhum problema em fazer sexo após a finalização da massagem tântrica, embora não seja recomendado que a técnica seja vista, apenas, como um tipo de preliminar.

O sexo pós-massagem tende a ser muito mais prazeroso, visto que há uma conexão pré-estabelecida, uma troca profunda de energia e de entrega, eliminando barreiras emocionais, pudores e sentimentos de vaidade, que nada colaboram com o sexo saudável e fluído.

Dicas Finais Sobre Massagem Tântrica

Além dos conhecimentos que servem de base para o aprendizado das técnicas da massagem tântrica, algumas dicas podem ajudar no desenvolvimento do prazer e da grande conexão energética que acontece entre o casal:

Velas de massagem – O uso de velas de massagem pode aumentar a sensação de calor e despertar novas sensações. As velas específicas para massagem são feitas com uma cera especial, que não queima a pele enquanto derrete.

Olhos vendados – A troca de olhares durante a massagem pode aumentar a conexão entre o par, no entanto, os olhos vendados podem ajudar no relaxamento e na entrega de quem está recebendo a massagem.

Além disso, quando não for a primeira vez que a massagem está sendo feita, vendar os olhos pode ser uma forma de levar outra novidade para a sessão.

Cabelos e couro cabeludo – Um cafuné bem feito tem muito valor e alguns pequenos puxões no cabelo também.

Ao realizar a massagem tântrica é importante lembrar de cada parte do corpo e isso vale também para a cabeça, a nuca, o pescoço e as orelhas.

Usar as duas mãos – Usar uma mão para acariciar os seios enquanto usa a outra no clitóris é uma forma de expandir o prazer no corpo feminino.

Massagear o pênis enquanto massageia as coxas do parceiro também pode levar múltiplas sensações ao corpo masculino.

Massagem perto do ânus – As regiões próximas ao ânus são muito sensíveis e possuem forte apelo erótico, porém, são alvo de muitos preconceitos.

Incentivar o parceiro a se permitir sentir o prazer que pode ser obtido com os toques na região é a melhor forma de proporcionar todas as sensações da massagem.

Toque suave – A massagem tântrica é mais suave do que outras massagens. O ideal é evitar apertões, tapinhas, soquinhos e aplicação de pressão.

A massagem pode começar pelas mãos e, em seguida, seguir para cada um dos dedos, subindo para os braços, ombros, pescoço e para baixo nas costas, terminando nos quadris.

Depois, membros inferiores, descendo das pernas até os pés e dedos, e só por último, a massagem genital.

Respiração – A respiração fluída e generosa é essencial durante a massagem tântrica. Tanto quem faz quanto quem recebe a massagem, deve estar consciente da sua respiração durante todo o processo.

Vestimentas – Quem vai fazer a massagem pode ficar completamente nu desde o início do processo ou começar a massagem completamente vestido ou com roupas íntimas e ir tirando a roupa ao longo do processo.

Se despir diante do parceiro é um ato de confiança e intimidade e também gera prazer através da visão e do aguçamento da curiosidade.

Considerações Finais

A massagem tântrica é mais do que uma simples massagem e envolve mais do que prazer. Os benefícios da prática serão expandidos conforme as técnicas forem sendo aperfeiçoadas, ao passo que a intimidade e confiança entre o casal também serão ampliadas.

O assunto é milenar e portanto, é possível encontrar muitos livros, vídeos, tutoriais e relatos de experiências de quem já pratica a massagem tântrica e já vivencia tudo que ela pode proporcionar.

Continuar a pesquisa e colocar as técnicas em prática são algumas das formas de se desenvolver mental, espiritual e fisicamente.